Visitas mediadas destacam a porcelana da coleção de Ema Klabin

Polo cultural da cidade de São Paulo, a Casa-Museu possui mais de 1500 obras de grandes mestres e realiza exposições permanentes e temporárias. Até dezembro está em cartaz uma exposição que busca  narrar a fascinante história da porcelana europeia.

Em todos os sábados de outubro, das 14h30 às 15h30, o educativo da Casa-Museu Ema Klabin realiza a visita  “De olho na Coleção- Os Fazeres da Porcelana”.  Enfatizando  a Exposição “Porcelana europeia da Coleção Ema Klabin”, o encontro irá  destacar os diversos fazeres da porcelana.

Coleção de porcelana da Ema Klabin

Xícara com tampa e pires. Manufatura de Porcelana de Sèvres; André Vincent Vieillard (pinturas). Sèvres, França, 1765. Porcelana policromada e dourada. Foto: Isabella Matheus.

“Iremos falar desde a produção chinesa feita para exportação até o surgimento das manufaturas europeias e seus desafios para alcançar um primor técnico e um estilo próprio”, explica Cristiane Alves, coordenadora do setor educativo da Casa-Museu.

Sobre a exposição “Porcelana europeia da Coleção Ema Klabin”:

Com curadoria do arquiteto Paulo de Freitas Costa, a Exposição “Porcelana europeia da Coleção Ema Klabin” apresenta  39 peças das manufaturas de Sèvres, Berlim, Viena, Meissen, Limoges,  Coalport, entre outras. E fica em cartaz até o dia 16 de dezembro.

Na mostra,   o público poderá conferir, por exemplo,  peças raras que vão desde um jogo para Café ou Chocolate (Manufatura de Sèvres; Charles-Nicolas Dodin e Jean-Pierre Boulanger. Sèvres, França, 1775), passando por uma  chaleira com réchaud (Manufatura Real de Porcelanas de Meissen, Alemanha, c. 1760), por candelabros com figuras de anjos e flores (C. G. Schierholz und Sohn. Plaue, Alemanha, c. 1930) até frascos para perfume em forma de camponeses ( Jacob Petit. Fontainebleau , Paris, França, c. 1840). 

A Casa-Museu mais bonita de São Paulo:

A Casa-Museu Ema Klabin reúne mais de 1.500 obras, entre pinturas do russo Marc Chagall e do holandês Frans Post, dos modernistas brasileiros Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Portinari e Lasar Segal; talhas do mineiro Mestre Valentim, mobiliário de época, peças arqueológicas e decorativas.

O espaço cultural abre de quarta a domingo, das 14h às 17h (com permanência até às 18h), sem agendamento. Aos finais de semana e feriados a visita tem entrada franca. Nos outros dias, o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). 

Serviço:

Visita De olho na Coleção -  Os Fazeres da Porcelana - Todos os sábados de outubro (6/10, 13/10, 20/10 e 27/10), das 14h30 às 15h30, 20 vagas, gratuito.

Exposição - Porcelana europeia da Coleção Ema Klabin –Até dia  16 de dezembro – De quarta a domingo, das 14 h às 17h . Grátis aos finais de semana e feriados.  De quarta a sexta  o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia), das 14h às 17h (com permanência até às 18h), sem agendamento. 

Visitas livres ao museu: Grátis aos finais de semana e feriados.  De quarta a sexta  o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia), das 14h às 17h (com permanência até às 18h), sem agendamento. 

Fundação Ema Klabin:  

Endereço: Rua Portugal, 43, Jardim Europa - São Paulo.  Tel: 55 11 3897-3232

Pé na Estrada