Passeios noturnos ao ar livre por São Paulo

Conheça opções de atividades saudáveis para aproveitar a noite na capital paulista

Os problemas estruturais da grande metrópole São Paulo, incluindo os da esfera da segurança, costumavam ser um empecilho para se explorar e curtir cidade de noite, no entanto há algum tempo surgem grupos resilientes pró a reestruturação, aproveitamento e organização da cidade promovendo eventos culturais, artísticos e de esportes para a população interessada. Os órgãos públicos, tais como os centros de apoio ao desenvolvimento da cidade e os projetos independentes estão se dedicando a criar circuitos noturnos para exploração do espaço público, como os filmes ao ar livre nos parques, os corais e peças de teatros no Cemitério da Consolação (que também oferece visita guiada par conhecer as obras de arte, esculturas e túmulos de figuras importantes para a história do país), a Virada Cultural, dentre muitos outros disponíveis na programação da cidade.  

Por não ser periódicos e constantes, estes eventos culturais necessitam de confirmação prévia para as datas a serem anunciadas. Porém, existem algumas atividades que são práxis e que além de levarem o cidadão em inusitados passeios pela cidade, ainda promovem a saúde e o bem-estar. É o caso do projeto “Caminhada Noturna” que promove, gratuitamente, um percurso cultural de duas horas pelo centro de São Paulo. Com saídas do Theatro Municipal, às quintas-feiras, o grupo é sempre formado entre 50 e 100 pessoas, amenizando exponencialmente os riscos à segurança. Não há necessidade de inscrições prévias, basta chegar às 20h na porta do Theatro, o trajeto vez ou outra é comemorativo e leva, por exemplo, a casa onde viveu Mário de Andrade, homenageando os 70 anos de seu falecimento. Ou temático, visitando as obras de arte de rua, e mostrando as pessoas a verdadeira galeria de arte a céu aberto que existe na cidade. É uma opção muito boa para quem deseja conhecer mais sobre a história, patrimônios e cultura desta cidade tão peculiar e ainda caminhar imergido na atmosfera urbana. 

Se você acha caminhar bom, mas prefere pedalar, então aproveite os grupos noturnos de bike que desbravam o asfalto cosmopolita. Existem diversos grupos, com saídas quase todos os dias e com os mais variados percursos. A agência de cicloturismo GOBiking! Expeditions oferece diversos tipos de passeios de bicicleta, às terças-feiras tem as saídas moderadas, são 40 Km de pedalada com saída da Avenida Pompéia, 787 às 20h30 e chegada no mesmo local prevista para as 23h. Já para os mais iniciantes, às quintas-feiras, com saída do mesmo local e a mesma hora, tem o passeio Light, são 30Km com poucas subidas. É recomendado que se confirme com antecedência as saídas, o mau tempo é um impedimento para o passeio. Seguindo este modelo de atividade física, a Saia na Noite leva apenas mulheres a pedalarem com segurança e liberdade pelas ruas da cidade, o ponto de encontro é na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1864, em Pinheiros, em frente à Pizzaria Basílico, às 21h. É obrigatório o uso da camiseta do grupo e pode ser comprada no local. A maioria dos grupos saem às 21h durante a semana, e, como estes, são abertos a todo tipo de pessoas, acostumadas com frequências de leve a pesadas. 

Um pouco mais selvagem, porém ainda dentro da capital, o tradicional passeio noturno pelo Zoológico de São Paulo é um daqueles que vale a pena fazer com a família inteira. Os participantes caminham pelo parque e tem a oportunidade de observar animais de hábitos noturnos que, durante o dia, ficam inacessíveis aos visitantes, além disso, alguns animais que habitam a região livremente saem quando o silêncio aumenta e dão o ar da graça no meio da mata regional, como os gambás, corujas, morcegos e macacos. Durante o trajeto, os sentidos do olfato, da audição e da visão são aguçados com a vida noturna existente na Mata Atlântica e no Parque. 

Além disso, o grupo pode observar alguns animais sendo alimentados de perto, como o hipopótamo, o tamanduá-bandeira, onças, leões, tigres e lobos e ainda por cima, animais com hábitos diurnos, como a girafa, mais descansadas do agito e barulho dos visitantes do dia, acabam saindo de suas casas para dar um “oi”. São três horas de passeio, com início às 19h. Os ingressos custam R$75,00 por pessoa, crianças entre 5 e 10 anos pagam R$55,00 e é necessário que se faça depósito na conta- corrente da Fundação Zoológico com antecedência. Está incluso no valor o estacionamento e um lanche no final do circuito.

Virginia Moreira

Masp, São Paulo


Pé na Estrada