Os melhores destinos para viajar sozinho

Viajar sozinho pode ser mais emocionante do que se espera e tem sido uma experiência cada vez mais comum entre os adultos 

Se você é uma daquelas pessoas que adora viajar e está planejando conhecer lugares novos sem companhia, aproveite para desfrutar de sonhos pessoais e explorar os seus desejos. Muitas vezes quando pensamos em viajar, consideramos gostos e sugestões de todos os que nos acompanham, o que leva a concessões e frustrações por perder tempo fazendo o que não lhe interessa. Uma das grandes vantagens em sair pelo mundo sem vínculos é poder fazer exatamente o que e como se quer. Ficar o tempo que desejar dentro dos museus, bibliotecas, se esticar na areia tomando sol o dia inteiro, ou zanzar de um lado para outro fazendo compras sem que alguém o apresse. 

Existem certos lugres que proporcionam ainda melhor ambiente para os desacompanhados, seja pela cultura local que não julga o arredor alheio, pelo tipo de atividades oferecidas ou até mesmo pelo respeito ao propósito individual. Para uma viagem solo tranquila, divertida e segura, é preciso analisar alguns itens do destino escolhido, como segurança, distância e meios de transportes utilizados entre os pontos que deseja visitar, facilidades em se conectar às pessoas do país de origem se necessário, e ter tudo organizado antes de embarcar, como documentos, bagagens, dinheiro e cartões de créditos, contatos e um bom conhecimento sobre as normas, regras e endereço das autoridades locais. 

O Reino Unido é um exemplo aos turistas independentes. Segundo o Índice Global da Paz, é 47º país no ranking dos mais seguros do mundo. Para os amantes do futebol, a terra de David Beckham conserva um arsenal futebolístico, com lindos estádios, pubs tradicionais e a oportunidade de se programar para assistir aos campeonatos de futebol. A arte, a música, o teatro e os eventos culturais também são chamativos para os amantes da cultura, com museus, livrarias, exposições e muitos shows acessíveis.

Para quem deseja mais paisagens naturais e menos agito, o país número um no ranking dos mais seguros é umas das opções mais exóticas, a Islândia. Por lá, o “estar sozinho” faz parte de escolhas, aproveite para fazer os passeios a cavalo nos terrenos mais acidentados e montanhosos da terra. O visual conta com um inverno rigoroso e piscinas naturais de águas vulcânicas. O Blue Lagoon é um dos principais pontos visitados por lá, uma fonte termal de propriedades medicinais.

Um país muito bonito, acolhedor e rico em entretenimento é a Holanda e não apenas de jovens e pubs vive o lugar, seus cafés, parques e museus são dos mais conhecidos no mundo, como a casa de Anne Frank, em Amsterdã, a Casa de Rembrandt, Heineken Experience, o Museu de história Natural e não deixe de fazer os passeios de barco pelos canais da cidade, comer os doces e sorvetes locais e claro, andar de bicicleta. Além disso, nos arredores de Amsterdã tem o famoso parque KeuKenhof, conhecido por suas flores sazonais como a Tulipa. O país é 20º no ranking dos mais seguros. 

Mais perto de casa, o Chile é um lugar cheio de surpresas naturais e com bastante opção para passeios. Os chilenos são simpáticos e sabem receber bem os turistas, do litoral, ao deserto, até as montanhas, o país possui 3.000Km de extensão para ser explorada e cada lugar uma paisagem totalmente diferente. O Deserto do Atacama é um dos pontos favoritos, e não para menos, dá para se sentir bem próximo de si meio aquela imensidão e relaxar, meditar, é quase terapêutico o contato com o deserto. A Patagônia é outra opção de lazer deslumbrante, além disso, a capital Santiago é organizada, fácil de encontrar opções de entretenimento, como alguns dos melhores restaurantes do mundo, cafés, museus, arquitetura conservada e histórica. A cultura local é rica e os artesanatos são lindos.

Luiza Souza

Heineken Experience Museu, Amsterdam

Yuri Turkov / Shutterstock.com

Pé na Estrada